Av. Paulista, 575
São Paulo, SP 01311-100

psicocintia@gmail.com

Tel: (11) 94221-6182

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Google+ Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2016 por Cíntia Cazangi. Criado orgulhosamente com Wix.com

  • Cíntia Cazangi

Saúde Mental em tempos de Corona Vírus (Covid-19)

Atualizado: Mar 23


Saiba como preservar sua saúde mental no período de isolamento


Estamos vivendo uma Pandemia. Algo novo e desconhecido, e é natural que o sentimento de ansiedade, incertezas e angústia nos assombre. O isolamento social é necessário no momento para contermos a velocidade de infecção do vírus, e este isolamento pode ser um momento muito dificil. Preparei algumas dicas como forma de cuidado à saúde mental, tão importante para a manutenção da imunidade.



Como lidar com o estresse durante o surto de Covid-19

1. Cuide de suas emoções e pensamentos


É normal se sentir triste, estressado, confuso, com medo ou raiva durante a crise.

Converse com pessoas que você ache que podem ajudar. Mantenha contato com sua família e amigos por mensagens, chamadas de vídeos ou ligações.

Tenha empatia e compaixão pelas emoções e pensamentos do outro, cada um lida com momentos de crise de maneiras diferentes.

Evite pensamentos pessimistas ou vitimistas, estar isolado é uma contribuição para um bem comum e não será uma condição definitiva.

2. Mantenha uma rotina e hábitos saudáveis


Se você precisar ficar em casa, mantenha um estilo de vida saudável:

-    tenha uma dieta adequada,

-    mantenha uma rotina de sono,

- pratique exercícios físicos e de relaxamento,

- mantenha contato social com seus entes queridos e por e-mail e telefone com outras famílias e amigos.

Mantenha uma rotina diária, respeite horarios destinados a atividade profissional e de lazer, assim como intervalos para refeições.

3. Cuidado com uso de álcool e outras drogas


Não use fumo, álcool ou outras drogas para lidar com suas emoções.

Cuidado também com compulsões alimentares e compras online.

Se você se sentir sobrecarregado, converse com um profissional da saúde, psicólogo ou conselheiros. Tenha um plano, para onde ir e como procurar ajuda em caso de necessidades de saúde física ou mental.

4. Cuidado com Fake News


Apure os fatos. Reuna informações que o ajudarão a saber com precisão se você está doente, para que você possa tomar as precauções necessárias.

Encontre uma fonte confiável em que possa acreditar, como o site ou rede social de uma agência de saúde pública local ou estadual.

Esteja atento também ao conteúdo que compartilha com outras pessoas para não disseminar fake news ou pânico.

5. Mantenha atividades de lazer


Diminua a preocupação e a agitação limitando o tempo que você e sua família passam assistindo ou ouvindo a cobertura da mídia que você considera perturbadora.

Faça atividades prazerosas com seus familiares, resgate jogos antigos, assista filmes e séries, conte estórias, etc.

Reserve um tempo seu, seja para fazer meditação, ler um livro, iniciar ou praticar atividades física e/ou manuais e artesanais, porém evite a solidão.

Não se exija “por em ordem” todas as coisas pendentes que você gostaria de fazer em uma situação normal, um pouquinho por dia é suficiente.

6. Lembre-se que você já superou momentos difíceis e que isso vai passar


Identifique e use as habilidades que você adquiriu no passado e o ajudaram a gerenciar as adversidades da vida anteriormente e use-as para ajudá-lo a gerenciar suas emoções durante o período desafiador deste surto. Apegue-se ao que te da forças, fé, religiosidade, meditação, visualização positiva, etc.

Lembre-se de momentos difíceis que você superou e que este momento também vai passar.

7. Faça Psicoterapia Online


Se sentir que está muito difícil lidar com a situação e com os seus pensamentos e sentimentos neste momento, a psicoterapia online é um excelente recurso para aliviar os sintomas de estresse, ansiedade e pânico e te ajuda a lidar com este momento de crise, isolamento e incertezas.

Há serviços gratuitos, como o CVV -188 e outras instituições, e pagos ou a valor social, entre em contato com o profissional de seu interesse e converse.

E se você já faz psicoterapia, não interrompa o acompanhamento, procure experimentar e se adaptar à modalidade online.

Se organizar para descobrir e desenvolver formas de enfrentamento é necessário e saudável.


Saiba mais sobre a Psicoterapia Online, clique.

Por Cíntia Cazangi

CRP 06/78274


Referências: World Health Organization


#consulteumpsicólogo #façaterapia #terapiaonline #psicoterapiaonline #fobia #panico #toc #ansiedade #medo #depressão #isolamentosocial #quarentena #coronavirus #pandemia #pandemiacoronavirus #transtornodeansiedade #transtornodepanico #confinamento #dosesdepsicoterapia #orientacaopsicologicaonline

174 visualizações