• Cíntia Cazangi

Como ajudar alguém que está em sofrimento psíquico

Atualizado: Set 11


Como ajudar alguém em sofrimento psíquico

⚠️ Nem sempre os sinais são claros.


😭 Nem sempre a pessoa que pensa em suicidar-se, vai estar #triste, chorando, deitada e #prostrada.


💭 Nem sempre é fácil #falar de si e de alguns #pensamentos, ainda mais o de tirar a própria vida.


💬 Não é fácil pedir #ajuda...


🗣 Mas SEMPRE É NECESSÁRIO, SEMPRE É A HORA CERTA!


Muitas pessoas tem a ideia equivocada que para estar #deprimido, #ansioso, para ter #ideações suicidas, a pessoa tem que mostrar a todos que está mal. Mas não é o que acontece. Já parou para pensar quanta coisa acontece só na sua cabeça e nos seus pensamentos e que ninguém fica sabendo?


🚶Muitas pessoas que estão em #sofrimento trabalham, estudam, passeiam, sorriem, mas por dentro... a #dor é brutal e implacável.


Portanto, se alguém próximo a você da sinais ou diz que pensa em tirar a própria #vida:


💛 Não julgue e não critique, cada um sabe a dor que tem e o quanto dói.


💛 Não diga para alguém deprimido, ansioso ou que pensa em #suicidio “é só se esforçar“, “pense positivo”, “depende de você”, “tenha força de vontade”, “isso é frescura”, isso é falta de Deus”, não é! Não diga isso, a pessoa já está se sentindo mal e impotente e não precisa se sentir pior.

💛 Trantornos mentais como ansiedade, depressão, transtorno bipolar, transtorno de estresse pós traumático, não têm a ver com o que se tem na vida, não diga “você tem tudo, não tem motivos de estar assim”, no lugar entenda e diga “você está doente, precisa de ajuda”.


💛 Tente compreender, seja empático, pode ser que você lidaria diferente com aquele problema, mas o outro não é você.


💛É importante olhar para a pessoa, enxergar como ela é e vê a si e as coisas, não apenas pela sua perspectiva dos fatos.


💛 A pessoa que pensa em suicídio na maioria das vezes não quer acabar com a vida, quer acabar com a dor, com a angústia.


✴️ Ajudar pode ser:


💛 #Ouvir.


💛 Abraçar.


💛 Estar junto, mesmo que em #silêncio.


💛 Limpar e levar comida se estiver difícil de cozinhar ou faxinar.


💛 Se fazer presente.

💛 Não deixar a pessoa muito tempo sozinha.


💛 Perguntar para a pessoa de que ajuda ela precisa.


💛 Estar disponível (desde que você tenha a disponibilidade).


💛Se oferecer só para aquilo que você realmente quer e consegue cumprir.


💛Ajudar a identificar e/ou criar uma rede de apoio.


💛 Se a pessoa não é um familiar seu, ela pode precisar de ajuda para expor para a família e pessoas mais próximas o que está acontecendo, pelo medo do estigma e julgamento.


💛 Dizer para a pessoa o quanto ela é importante para você.


💛 E principalmente auxilia-la a procurar ajuda profissional de #Psicólogo e #Psiquiatra, entrar em contato e acompanhar na consulta, com o consentimento dela, podem fazer a diferença para que a pessoa consiga aderir a um tratamento.


Lembrando que a ajuda, o cuidado, a prevenção, a escuta e a disponibilidade são importantes o ano todo e não só em setembro.

Quanto mais pessoas perderem o medo de falar sobre suicídio, mais facilmente as pessoas que pensam nisso conseguirão um tratamento adequado.


Contatos úteis - acolhimento gratuito:

CVV - 188 (@cvvoficial)

http://www.cvv.org.br

http://www.mapasaudemental.com.br

http://www.conversasdevida.com


#setembroamarelo

______

Cíntia Cazangi

CRP 06/78274

12 visualizações

Av. Paulista, 575
São Paulo, SP 01311-100

psicocintia@gmail.com

Tel: (11) 94221-6182

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Google+ Icon
  • White LinkedIn Icon

© 2016 por Cíntia Cazangi. Criado orgulhosamente com Wix.com